A morte de uma jovem moradora de Itapetinga acabou tendo um desdobramento que causou ainda mais sofrimento para seus amigos e familiares. Cleidiane Santos Lima, 24 anos, conhecida como Cleide, se encontrava hospitalizada em Salvador, onde realizava tratamento médico, porém, nessa noite de sábado (30) a jovem acabou falecendo. Seu marido, que se encontrava acompanhando a jovem, deslocou dentro de um carro funerário juntamente com o corpo da Capital do Estado para Itapetinga, onde chegaram na manhã do domingo (1º). Ao chegarem na funerária, para surpresa da família ao abrirem o caixão, o corpo que se encontrava era de uma senhora de 60 anos, moradora da capital. Tendo sido trocado por engano pelos funcionários do hospital de Salvador. O caso causou um choque em todos os familiares.

A Funerária de Itapetinga providenciou o retorno do corpo para Salvador ainda na manhã de domingo. Ao chegar na capital os corpos foram destrocados, e a jovem finalmente foi conduzida para Itapetinga, chegando nessa segunda (02), sendo sepultada no Cemitério Parque da Eternidade na Nova. Familiares ficaram bastante abalados diante do triste episódio ocorrido, que agravou ainda mais a dor pela morte da jovem Cleidiane. O hospital informou que o problema ocorreu durante a identificação. Cleidiane era casada, mas não possuía filhos.

 

Via Itapetinga Agora