A construção de mais duas policlínicas – uma na Região Metropolitana de Salvador (RMS), que será implantada em Simões Filho, e outra na região de Alagoinhas – foi autorizada pelo governador Rui Costa nestas segunda (16) e terça-feira (17), respectivamente. Os novos equipamentos vão atender mais de 1,7 milhão de baianos, de 33 municípios baianos. Atualmente, quatro policlínicas regionais de saúde estão em construção e com obras aceleradas em Jequié, Teixeira de Freitas, Irecê e Guanambi.
As policlínicas são resultado da formação de consórcios de saúde. “Estamos construindo um novo marco da saúde pública na Bahia, pensada, planejada e executada de forma coletiva, por cada região, garantindo qualidade de atendimento e rapidez a um custo mais baixo para os municípios”, afirmou Rui. Segundo ele, até o ano que vem, mais de cinco milhões de baianos já estarão sendo atendidos em policlínicas regionais.
A unidade em Simões Filho atenderá a 15 municípios da RMS, com exceção da capital, e será construída em um terreno na via marginal à BR-324. Já a policlínica em Alagoinhas abrangerá 18 municípios (cerca de 553,4 mil habitantes) e será erguida em um terreno atrás da Câmara de Vereadores.
O prefeito de Candeias, Pitágoras Ibiapina, que também é médico, avalia a importância do investimento para os municípios da RMS. “Existe um grande gargalo para os nossos pacientes, mas acredito que esta policlínica implantada dentro da nossa região vai servir para garantir a demanda de todos estes pacientes”, comentou.
Foto: Carol Garcia/GOVBA
Os novos equipamentos vão atender mais de 1,7 milhão de baianos de 33 municípios baianos
(Foto: Carol Garcia/GOVBA)
Já o prefeito de Conde, Dudu Vieira, acredita que a policlínica em Simões Filho vai representar economia e eficiência para o sistema público de saúde. “Na nossa cidade, a população vem sofrendo bastante. É um desafio nosso melhorar esse serviço de saúde e iniciativas como essa aumentam a possibilidade de nós alcançarmos este objetivo, amenizando o sofrimento dos moradores”.
Mais consórcios
Segundo o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, o número de consórcios será ampliado ainda este mês. “Esta semana, vamos autorizar o de Feira de Santana, completando cinco consórcios firmados ainda neste mês de janeiro, e vamos dar a ordem de licitação para sete equipamentos, que o governador deverá lançar também este mês. Estamos esperando apenas que o município de Salvador nos entregue os documentos solicitados para que o banco permita a licitação”.
Cada policlínica custará cerca de R$ 20 milhões, entre obras e equipamentos, que serão assumidos integralmente pelo Governo do Estado. Já a manutenção será compartilhada entre o Estado, que financiará 40% dos custos, e os municípios consorciados, que vão cobrir os 60% restantes, proporcionalmente à sua população.
Repórter: Raul Rodrigues
http://www.xba.com.br/wp-content/uploads/2017/01/RuiConsorcios-731x480.jpghttp://www.xba.com.br/wp-content/uploads/2017/01/RuiConsorcios-200x150.jpgRenato FerreiraBahia2 de Julho,Advogados,Alagoinhas,Bahia,Barreiro,Bate Papo,Brasil,Brasileiro,Brasilinha,chat,Companheiro,Corrupção,Dilma Rousseff,Emprego,Goleiro,Jardim Petrolar,Jogo,Petrolar,Polícia Federal,Presidente,Salvador,Santa Terezinha,São Paulo,Sergipe,xbaA construção de mais duas policlínicas - uma na Região Metropolitana de Salvador (RMS), que será implantada em Simões Filho, e outra na região de Alagoinhas - foi autorizada pelo governador Rui Costa nestas segunda (16) e terça-feira (17), respectivamente. Os novos equipamentos vão atender mais de 1,7 milhão...Notícias de todo estado da Bahia, Salvador, Camaçari, Entre Rios, Alagoinhas entre Outras cidade do Estado