O serviço de cirurgia vascular do Hospital Geral Roberto Santos (HGRS) promove nesta quinta-feira (20) o mutirão de prevenção ao Acidente Vascular Cerebral (AVC), com rastreamento da doença carotídea. Para participar, o cidadão deve ser maior de 50 anos ou ter história prévia de AVC, hipertensão, diabetes, ser fumante, consumidor de bebidas alcoólicas, sedentário e obeso.

A ação faz parte da Campanha Amigos do Roberto Santos de prevenção e tratamento do AVC e tem o apoio da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) e da empresa Sonosite, que fornecerá equipamentos para realização do rastreamento. Serão selecionados 100 pacientes, que devem comparecer ao segundo andar do edifício anexo ao hospital, nesta terça (18), a partir das 14h. Na triagem, além de preencher a ficha com os fatores de riscos já diagnosticados, é preciso apresentar documento de identidade, cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) e comprovante de residência.

Silenciosa por muito tempo, a doença carotídea pode ter como primeiro sintoma o AVC. O acidente vascular cerebral, popularmente conhecido como derrame, é principal causa de morte no Brasil e uma das três principais causas de incapacitação física em todo o mundo, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS).

“A identificação das lesões carotídeas assintomáticas na população de Salvador é uma das nossas iniciativas de combate ao AVC. Se detectadas, o paciente será encaminhado para tratamento no Ambulatório de Doenças da Aorta e Carótidas do HGRS”, explica o cirurgião vascular Leonardo Cortizo, um dos coordenadores do serviço na instituição.

Ambulatório

O Ambulatório de Doenças da Aorta e Carótidas do Hospital Roberto Santos funciona nas manhãs de terças-feiras e atende pessoas com diagnóstico estabelecido por exames complementares. Após avaliação do especialista, os pacientes podem ser submetidos a tratamentos diversos, como procedimentos abertos e técnicas minimamente invasivas, por meio da cirurgia endovascular. O serviço de cirurgia vascular do HGRS disponibiliza o telefone (71) 99966-7888 para informações adicionais.

Fonte: Ascom/Hospital Geral Roberto Santos (HGRS)