ACM Neto (DEM) já está colhendo os frutos do afastamento de Dilma Rousseff (PT) e chegada de Michel Temer (PMDB) no poder. O prefeito anunciou nesta sexta-feira (17) que a Prefeitura de Salvador conseguiu a liberação da diretoria da Caixa Econômica Federal de R$ 108 milhões para o BRT, que vai ligar a Lapa à região do Iguatemi e era uma reivindicação antiga do democrata.

“O que não conseguimos em mais de três anos da gestão anterior, fizemos agora em apenas 30 dias. Estamos trabalhando no projeto há muito tempo e toda a documentação está atualizada. Portanto, depois da aprovação do Tesouro, vamos lançar o edital para o início das obras”, disse Neto.

Considerado o principal articulador baiano no Palácio do Planalto, o ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), da Secretaria de Governo, aproveitou para dizer que o Governo do Estado não será perseguido. “Esta ação demonstra como Salvador vinha sendo prejudicada por uma política deliberada, coisa que não vamos fazer com o governo estadual. Fico feliz por esta parceria com o governo federal ter se estabelecido com tanta brevidade. O prefeito ACM Neto está de parabéns por ter viabilizado o projeto”, falou.

A primeira etapa do BRT será do trecho entre o Hospital Aliança e a LIP e nela serão usados recursos liberados nesta sexta pela Caixa.

Fonte:Valera noticias