Começa neste domingo (6), até o final de novembro, o processo de integração de 83 novas linhas de ônibus, que estarão interligadas com o metrô de Salvador. Na primeira fase, 24 linhas vão compor o sistema. As demais fases ocorrerão no dia 13, com mais 21 linhas, em seguida no dia 20 com a mesma quantidade e, por fim, no dia 27 de novembro com 17 linhas.

“O metrô é ponto estratégico e fundamental dentro da Política Estadual de Mobilidade Urbana e, desde a concepção do projeto, sempre foi pensado como um transporte em rede, interligado aos demais modais para beneficiar o maior número possível de usuários do transporte coletivo”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Urbano (Sedur), Carlos Martins.

Atualmente, são 170 linhas urbanas integradas ao metrô, que fazem a conexão nos terminais das estações Retiro, Acesso Norte, Lapa e Pirajá, e 19 linhas metropolitanas, que fazem conexão no Retiro, contemplando as cidades de Dias D’Ávila, Mata de São João, Candeias, Simões Filho, Camaçari, Madre de Deus, São Sebastião do Passé e Lauro de Freitas.

O benefício para as urbanas é válido mediante o uso do cartão do metrô ou do SalvadorCard, por um período de 2 horas – o cartão do metrô, inclusive, vale também para a integração ônibus-ônibus, desde que entre linhas já integradas e dentro do intervalo de 2h. Já para as linhas metropolitanas, a integração é válida com cartão do metrô ou Metropasse, por um período de 3 horas.

A Linha 1 do metrô transporta em média, diariamente, 50 mil passageiros, das 5h à meia-noite. Desde que a integração entrou em vigor, houve um aumento de 120% no número de passageiros. Com a ampliação da integração e o avanço das obras da Linha 2, cujo primeiro trecho será inaugurado em dezembro, do Acesso Norte ao Detran, a demanda esperada é de 500 mil passageiros por dia.

Fonte:Valera Noticias