É, parece que Ivete Sangalo foi surpreendida. De acordo com o colunista Léo Dias, a artista ficou muito triste ao saber do processo movido pelo casal gay Caio Rocha e Daniel Paschoal, que foi espancado no dia 11 de junho, durante uma apresentação da artista em São Paulo.

Segundo a publicação, o advogado Ângelo Carbone entrou com o processo nº 1064244-53.2016.8.26.0100, na 12º Vara Cível do Forúm Central da capital paulista, pedindo R$ 1,3 milhão de indenização ao CTN e a IESSI produções e eventos, empresa da baiana.

Na época, a cantora se pronunciou publicamente repudiando a agressão e convidando os dois para assistirem a um de seus shows no palco.

Fonte:Aratu online