Pelo menos 21 pessoas morreram e outras 22 ficaram feridas em um grave acidente no quilômetro 343 da BR 101, em Guarapari, no início da manhã desta quinta-feira (22), de acordo com informações da Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp).

Matéria relacionada:

Desastre na BR 101 com ônibus e vários veículos já tem 15 mortos podendo aumentar

 

A colisão envolveu uma carreta, um ônibus de viagem da empresa Águia Branca e duas ambulâncias. A batida interdita os dois sentidos da via e o tráfego foi desviado no km 335, no trevo que dá acesso ao município. No local, dois helicópteros da PM e três equipes do Corpo de Bombeiros trabalham no resgate às vítimas, além de equipes da concessionária Eco 101. Novas e perturbadoras imagens mostram pessoas gritando, pedindo por socorro, dentro do ônibus já em chamas.

“Ouvi gritos de dentro do ônibus”, diz testemunha

O caminhoneiro Gilson do Nascimento Júnior, de 29 anos, seguia do Rio de Janeiro para Vitória quando foi surpreendido pelo grave acidente na BR 101, em Guarapari, na manhã desta quinta-feira. O motorista passou pelo local logo após a batida, que envolveu um ônibus da viação Águia Branca – que seguia de São Paulo para Vitória -, uma carreta que transportava rocha e duas ambulâncias.

Sempre na estrada, e acostumado a presenciar acidentes, ele relatou com tristeza o que viu: “Passei lá estava amanhecendo o dia, era por volta das 6 horas da manhã. A Polícia Militar foi a primeira a chegar, chamou mais socorro e na sequência chegaram os Bombeiros e a PRF. Eu parei meu caminhão e voltei a pé para ver, não cheguei muito perto porque tinha muito fogo. Não sei se o motorista da carreta dormiu no volante, se o pneu  estourou, se ele escorregou na pista ou se o bloco correu. Mas o que vi hoje entro na lista dos piores acidentes que já vi na estrada. Ouvi muitos gritos. Vi gente presa nas ferragens do ônibus em chamas, gritando de dor e pedindo desesperadamente por socorro”.

Causa do acidente

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a carreta carregada com bloco de pedra, de aproximadamente 35 toneladas, vinha do sentido Vitória – Rio de Janeiro, quando, por motivos desconhecidos, invadiu a contramão e colidiu frontalmente com um ônibus, que seguia de São Paulo para Vitória, e ambulâncias dos municípios de Jerônimo Monteiro e Alfredo Chaves. Após a curva, a rocha atingiu o ônibus, que tombou e começou a pegar fogo pelos fundos, segundo informações que a polícia apurou com os passageiros. A reportagem, que está no local, informa que duas viaturas da Polícia Militar de Guarapari foram as primeiras a chegar. Segundo a polícia, os militares contaram que havia muito fogo no ônibus e as pessoas que conseguiram sair do coletivo estavam espalhadas no matagal. Eles acreditam que, caso não houvesse o incêndio, mais pessoas teriam sobrevivido.

Mortos e vítimas

Até o momento, sabe-se que, entre as vítimas fatais estão o motorista da ambulância da Prefeitura de Jerônimo Monteiro, Alicinaldo Zampili Vargas, 36 anos, e o motorista da carreta. Além dos dois motoristas, os outros treze mortos estavam no ônibus. Três vítimas foram socorridas por equipes do Corpo de Bombeiros, para o PA de Guarapari e Hospital São Lucas, em Vitória. Equipes do Samu também estão atendendo as vítimas no local e encaminhando para hospitais da região e de Vitória, Vila Velha e Serra. O Notaer transportou duas vítimas de helicóptero também para o Hospital Jayme dos Santos Neves, na Serra.

Motorista do ônibus

A Prefeitura de Guarapari comunicou, por meio de nota, que cinco vítimas deram entrada na UPA do município. Uma delas é o motorista do ônibus, que foi transferido para o Hospital São Lucas, em Vitória, com quadro estável. Seguem na UPA dois homens e duas mulheres, em quadro estável e sem nenhum ferimento grave.

Feridos identificados

O motorista Mac Vinícius, que mora no Sul da Bahia, era um dos passageiros do ônibus. Ele contou que estava dormindo no momento do acidente. “Eu estava sentado na cadeira 11. Estava dormindo, quando acordei vi todo o sofrimento”, contou. O ajudante geral Gentil Pinto dos Santos também está entre os feridos do acidente. “Só vi quando o ônibus deu uma brecada e não deu para ver mais nada”, contou.

Águia Branca

A Águia Branca informa que havia no ônibus 31 passageiros, além do motorista. A companhia confirma que o coletivo fazia o trecho São Paulo X Vitória, e havia saído da capital paulista por volta das 16h10 desta quarta-feira (21). A empresa não possui informações sobre os passageiros feridos, mas diz que disponibilizou uma equipe, que está no local do acidente, para ajudar a polícia nas investigações e prestar atendimento às vítimas. // Gazeta Online.

Cenas fortes .

 

 

 

http://www.xba.com.br/wp-content/uploads/2017/06/EtkdY7z.jpghttp://www.xba.com.br/wp-content/uploads/2017/06/EtkdY7z-200x150.jpgRenato FerreiraBrasilNotíciasXBAPelo menos 21 pessoas morreram e outras 22 ficaram feridas em um grave acidente no quilômetro 343 da BR 101, em Guarapari, no início da manhã desta quinta-feira (22), de acordo com informações da Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp). Matéria relacionada: http://www.xba.com.br/bahia/desastre-na-br-101-com-onibus-e-varios-veiculos-ja-tem-15-mortos-podendo-aumentar-22-06-2017   A colisão envolveu uma carreta, um ônibus de...Notícias de todo estado da Bahia, Salvador, Camaçari, Entre Rios, Alagoinhas entre Outras cidade do Estado