Durante uma pregação no último sábado, o pastor e deputado federal Marco Feliciano (PSC) divulgou uma mensagem do vice-presidente Michel Temer (PMDB) pedindo orações ao público do 34º Congresso dos Gideões Missionários, em Camboriú, Santa Catarina.

No vídeo, postado no Youtube, Temer fala em pacificação do país e diz que “nos últimos tempos têm sido muito pregado a desunião do Brasil, ou seja, brasileiros contra brasileiros, que na verdade desautoriza qualquer proposta de harmonia em nosso país”.

Temer também afirmou que é religioso e quer fazer uma “religação” dos brasileiros. “E nós que somos religiosos – e eu tomo a liberdade de dizer que a palavra religião vem de religo, religare – nós todos, eu e o pastor Marco Feliciano, queremos fazer uma religação dos brasileiros. E para tanto, é preciso muita oração”.

Após a reprodução do vídeo, Feliciano diz ao público que dentro de 15 ou 20 dias o vice irá assumir a presidência do Brasil. Para que isso aconteça, o relatório da Comissão Especial do Senado precisa ser aprovado dentro da comissão e depois no plenário.

A mensagem foi divulgada ao público mesmo após a orientação da organização do Congresso em evitar tratar de política durante as pregações. A organização já teve problemas com a Justiça Eleitoral após citação de nomes de candidatos no púlpito do evento.

Gospel Mais