Palavras-chave:

A Se­cre­taria da Edu­cação do Es­tado di­vulga os 21 ven­ce­dores do 2º edital de li­te­ra­tura in­fantil de au­tores bai­anos. As obras ilus­tradas, com ên­fase na cul­tura da Bahia, ga­rantem aos ven­ce­dores o prêmio de R$ 10 mil e serão uti­li­zadas no pro­cesso de al­fa­be­ti­zação das cri­anças das redes es­ta­dual e mu­ni­ci­pais. Esta é uma ação do pro­grama Educar para Trans­formar, que tem como prin­cipal meta a al­fa­be­ti­zação das cri­anças com até oito anos de idade. O pro­grama já está dis­tri­buindo 1,5 mi­lhão de li­vros de li­te­ra­tura in­fantil (1º edital), Língua Por­tu­guesa e Ma­te­má­tica. Em 2016, a meta é be­ne­fi­ciar 509 mil cri­anças.
A se­leção de novas pu­bli­ca­ções de au­tores bai­anos foi um com­pro­misso as­su­mido pelo se­cre­tário da Edu­cação do Es­tado da Bahia, Os­valdo Bar­reto, na Bi­enal do Livro, em 2015. “O pro­grama Educar para Trans­formar ga­rante o di­reito de aprender de todas as cri­anças e o pro­cesso de al­fa­be­ti­zação passa pelo es­tí­mulo à lei­tura. O pri­meiro edital foi uma grande ino­vação no con­texto baiano e esta ex­pe­ri­ência po­ten­ci­a­lizou a par­ti­ci­pação dos au­tores bai­anos neste se­gundo edital”, de­clara o se­cre­tário Os­valdo Bar­reto.
O edital contou com 87 ins­critos, entre cri­anças e au­tores de di­versas re­giões do Es­tado. As obras ins­critas pas­saram por ava­li­ação de uma co­missão com­posta por dou­tores, mes­tres e es­pe­ci­a­listas com ex­pe­ri­ência em se­leção de ma­te­rial di­dá­tico para o tra­balho com cri­anças, que ava­liou e emitiu pa­recer com re­co­men­dação de ajustes, para as­se­gurar a pos­si­bi­li­dade de in­te­gração do ma­te­rial dentro da pro­posta pe­da­gó­gica do pro­grama de al­fa­be­ti­zação.
Os tí­tulos se­le­ci­o­nados são re­fe­ren­ci­ados na re­a­li­dade da Bahia, com lin­guagem e ilus­tra­ções, que criam nas cri­anças uma iden­ti­fi­cação, e con­tri­buem para o pro­cesso de en­sino e de apren­di­zagem. A pre­visão é que os li­vros sejam dis­tri­buídos no Ano Le­tivo 2017. Na pri­meira edição, foram se­le­ci­o­nados 19 tí­tulos, de 16 au­tores bai­anos.
Veja a lista dos se­le­ci­o­nados:
– Kalypsa Kar­di­naly Spuza Brito – A FADA DIA E O DU­ENDE MANTE
– Pris­cilla Mo­reira Gon­çalves Ri­gueira – A SE­REIA DO RIO VER­MELHO
– Da­nilo Sérgio Campos Dias – AL­VINHO
– Fábio Brito dos Reis – ANALÚ E AS AVEN­TURAS NA CASA EN­CAN­TADA
– Edu­ardo Oli­veira Mi­randa – ARIELE E OS EN­CANTOS DO IJEXÁ
– Ja­nete Lainha Co­elho – BRIN­CANDO E RI­MANDO EU ANDO
– João Paulo Pinto do Carmo – CA­CHOS DE DENDÊ – A HIS­TÓRIA DE UMA ME­NINA CHA­MADA FE­LIPA
– Saulo Ma­tias Dou­rado – CADA NOME É UMA ES­TRELA
– Eli­o­nária de Araújo Tei­xeira – CONTO E RE­CONTO: CASOS E CONTOS
– Maria das Graças da Silva Pinho Bit­ten­court – CU­RI­O­ZINHO CU­RI­O­SINHO
– Lu­ciana Re­zende Rocha – DONA PAS­SA­RINHA E O ME­NINO
– Cris­tiane Cunha Matos – JUMEU E JU­MIETA
– Fagna Souza Mar­tins – LEM­BRANÇAS DA PE­QUENA FAFÁ
– Fa­biana Jane Alves dos Santos – MAIS DO QUE BRIN­CA­DEIRA
– Cla­rissa Bit­ten­court de Pinho e Braga – MA­LICA E SUA CANGA
– Paulo Hen­rique Se­túbal de Castro – A CU­RU­PIRA E A FLO­RISTA AME­A­ÇADA
– Ju­liana Silva Santos – O PEIXE PÁS­SARO E O SE­GREDO DO SOL
– Iana Braga Mar­ques – O POTE DE KAUÊ
– Laura Castro de Araújo – PÉ DE PA­LAVRA
– Bruna Ro­berta Ve­lame Mo­raes – QUITA EM GRANDE ES­TILO
– José Antônio Mo­reno Car­valho – TO­MATE, PI­MENTÃO E CIA