Presidente do Cruzeiro entre 2003 e 2008, Alvimar Perrella é acusado pelo Ministério Público de Minas Gerais de usar benesses do clube em esquema de corrupção para fraudar licitações de alimentação a presos, de acordo com a Folha de S.Paulo.
Segundo a publicação, Alvimar de Oliveira Costa – irmão de Zezé Perrella, outro ex-mandatário celeste e hoje senador – seria o chefe de um cartel. 
“A investigação aponta que a Stillus Alimentação Ltda, de propriedade de Alvimar, e outras cinco empresas do setor combinaram preços para dividir entre si 32 licitações no valor de R$ 81 milhões entre janeiro de 2009 e agosto de 2011. O irmão de Zezé venceu concorrências que somavam R$ 32,4 milhões”, diz trecho da reportagem.
Para que o cartel funcionasse, o ex-presidente do Cruzeiro ofereceu ingressos e brindes do clube a “duas servidoras estaduais que fiscalizavam as licitações e os contratos”, de acordo com o MP-MG. Em troca, elas deixavam passar irregularidades, como entrega de refeições em menor quantidade ou de pior qualidade.
Em 2014, Alvimar já havia sido denunciado por formação de cartel, fraude à licitação, corrupção, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e fraude processual. Ele também responde a uma ação civil pública por improbidade administrativa, e outras 17 pessoas estariam envolvidas no suposto esquema.
Fonte:Bocao News
http://www.xba.com.br/wp-content/uploads/2017/06/001-3.jpghttp://www.xba.com.br/wp-content/uploads/2017/06/001-3-200x150.jpgRenato FerreiraEsportePresidente do Cruzeiro entre 2003 e 2008, Alvimar Perrella é acusado pelo Ministério Público de Minas Gerais de usar benesses do clube em esquema de corrupção para fraudar licitações de alimentação a presos, de acordo com a Folha de S.Paulo. Segundo a publicação, Alvimar de Oliveira Costa - irmão de...Notícias de todo estado da Bahia, Salvador, Camaçari, Entre Rios, Alagoinhas entre Outras cidade do Estado