A novela Marinho está mesmo perto do fim. Nesta sexta-feira (13), o presidente do Vitória, Ivã de Almeida confirmou que o valor da multa rescisória do atacante pode ser identificado a qualquer momento.
Em entrevista coletiva no Barradão, o dirigente revelou que já houve uma sinalização de pagamento. “O pagamento ainda não foi identificado, mas tem a sinalização de que houve o pagamento”, disse.
O mandatário Rubro-negro também destacou que exigirá comprovação do Cruzeiro, que  detém um percentual do passe do jogador. “Vamos exigir também o documento com o Cruzeiro”, completou.
A multa rescisória de Marinho é de cinco milhões de euros, cerca de R$ 17 milhões. O Leão tem direito a 50%.
O destino do atleta será o Changchun Yatai, da China. O atacante deve embarcar até o próximo domingo (15) para se apresentar ao novo clube.