Começou a trabalhar ainda na infância com o pai catando material reciclável no lixão de Passira, no Agreste do Estado. Aos 22 anos, Cassiano Oliveira da Silva decidiu mudar a história da vida dele e da família. Ele resolveu se lançar candidato a vereador e no último dia 2 de outubro conseguiu conquistar uma vaga na Câmara Municipal de Passira. Foi eleito o quarto vereador mais votado da cidade com 866 votos. “Eu não tinha o que perder. Muita gente ficava zoando de mim, dizendo que eu só teria 30 votos. Que eu não ia conseguir chegar na política, porque política não era do jeito que eu pensava. A política era diferente, era pra quem tinha poder e dinheiro”, disse. Mesmo não sendo levado a sério pelos adversários, Cassiano seguiu em frente e acreditando na sua capacidade trabalhou durante toda campanha com o slogan “é o liso”. “Me chamavam de liso e eu tentei usar essa ideia do liso a favor de mim. Eu sou liso mesmo, mas estou aí.”, concluiu. Durante a campanha, gastou R$ 50,00 para colocar gasolina numa “cinquentinha”, que foi usada para percorrer as áreas distantes do município em busca de eleitores. Os colegas do lixão gostaram da vitória de Cassiano nas urnas. “Ele é trabalhador, honesto. Menino que mereceu ganhar as eleições. Eu agora espero que ele faça alguma coisa para a classe de catador de recicláveis.”, destacou o catador Paulo Vicente. A partir de 1º de janeiro, Cassiano vai ocupar uma das cadeiras na Câmara Municipal de Passira. O salário dele como vereador deve chegar a R$ 6 mil..

Fonte:TV Jornal