Rio de Janeiro/RJ – A Polícia Federal prendeu em flagrante, na última quinta-feira (26/1), uma mulher que tentava sacar mais de R$ 30 mil de um benefício de pensão por morte fraudulento em uma agência do Banco Itaú de Nova Iguaçu/RJ.


A PF foi acionada pela APEGR após ter detectado que a certidão de óbito do instituidor era falsa, havendo graves indícios também da falsidade da certidão de nascimento do suposto filho.


Na delegacia, a conduzida admitiu que não possui filho e que a certidão de nascimento é falsa. Presa em flagrante, a mulher responderá pelo crime de estelionato. Ela foi encaminhada à penitenciária feminina de Bangu 8 onde se encontra à disposição da Justiça.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio de Janeiro

Renato FerreiraNotícias2 de Julho,Advogados,Alagoinhas,Bahia,Barreiro,Bate Papo,Brasil,Brasileiro,Brasilinha,chat,Companheiro,Corrupção,Dilma Rousseff,Educação,Ensino a distância,Mandatos de Prisão,Petrolar,Salvador,São Paulo,Sergipe,xbaRio de Janeiro/RJ - A Polícia Federal prendeu em flagrante, na última quinta-feira (26/1), uma mulher que tentava sacar mais de R$ 30 mil de um benefício de pensão por morte fraudulento em uma agência do Banco Itaú de Nova Iguaçu/RJ. A PF foi acionada pela APEGR após ter detectado...Notícias de todo estado da Bahia, Salvador, Camaçari, Entre Rios, Alagoinhas entre Outras cidade do Estado