Prisão comum.

Sem ter concluído o ensino superior, de engenharia, que iniciou na Alemanha, Eike Batista, ficará em cela comum se for preso. O empresário já é considerado foragido da justiça brasileira.

Na manhã desta quinta feira(26) policiais da federal tentaram cumprir o mandado de prisão contra o empresário, por conta da operação eficiência, um desdobramento de uma fase da operação Lava- Jato. De acordo com as investigações Eike Batista pagou cerca de 16 milhões de dólares em propina ao ex governador do Rio, Sergio Cabral Filho

A falta que faz uma sala de aula!                                                                                                                                                  Por: Marcio Ramos

16344191_10154065082945855_2111568151_n

Jornalista DRT 5202/BA

Radialista DRT 8838/DF

Oferecimento

LIVRARIA ARTE CULTURAL