No final da tarde de hoje, a Executiva ´ampliada´ do PSDB nacional (o que envolve deputados e governadores) vai se reunir para decidir como fica a relação com o Governo Temer.

Ao que tudo indica, a legenda vai – mais uma vez – exercitar o que é próprio do seu ´DNA´: prolongar-se no ´muro´, ou seja, esticar no tempo a tomada de posição.

Sob o ´manto retórico´ da governabilidade, os ´tucanos´ hesitam em abandonar os quatro ministérios que têm no Governo Temer.

Na verdade, oscilam entre amargar o desgaste do presidente, na perspectiva de apostar numa aliança com o PMDB para a sucessão presidencial de 2018, o que poderá resultar num pesado fardo (e resultado) eleitoral; ou adotar agora uma postura crítica e afastada do governo, assumindo, no curto prazo, a pecha de traição ao presidente que apoiam desde que ele assumiu o cargo interinamente.

 

 

*fonte: coluna Aparte, com  Arimatea Souza.

http://www.xba.com.br/wp-content/uploads/2017/06/psdb-800x480.jpghttp://www.xba.com.br/wp-content/uploads/2017/06/psdb-200x150.jpgRenato FerreiraPolíticaNo final da tarde de hoje, a Executiva ´ampliada´ do PSDB nacional (o que envolve deputados e governadores) vai se reunir para decidir como fica a relação com o Governo Temer. Ao que tudo indica, a legenda vai – mais uma vez – exercitar o que é próprio do seu...Notícias de todo estado da Bahia, Salvador, Camaçari, Entre Rios, Alagoinhas entre Outras cidade do Estado